Tuesday, 23 September 2008

Do que eu preciso...

... é dinheiro.

Sério, sério.

Eu sei que muitos dirão a mesma coisa. Uns com mais, outros com menos razão (se é que essa coisa de ter “mais” ou “menos” razão em termos monetários significa alguma coisa!).

Mas por alturas reflexivas, coisa que faço enquanto espero num qualquer serviço público, o que é cada vez mais habitual – osso do ofício – tento equacionar o que corre mal na minha vida.

Filhos, marido, amizades, animais, arte, desporto, estudo, casa, religião, trabalho, carro, roupa, … tudo ao molho. O que faço de errado, o que devo mudar, o que quero manter, blá, blá, blá, blá.

Conclusão? Dinheiro.

Por esta altura pensam que fútil sou… mas não… ou sim… não, definitivamente.

E não é o elogio da pobrezinha. Sei perfeitamente o quão afortunada sou, quando comparada com histórias e estórias que conhecemos e vamos conhecendo.

Também não é choradinho para ver se alguém terá pena de mim, ou se se predispõe a fazer alguma contribuição. (o que, claro, caso desejem, estão perfeitamente à vontade, sim? Envio-vos o meu NIB)

Na verdade, na verdade, a conclusão a que hoje cheguei alegrou-me.

Eu explico.
Nada na minha vida está intrínseca ou inexoravelmente errado. As relações que vou tendo, as pessoas que vou conhecendo, as dificuldades que, com a Graça de Deus, vou ultrapassando, tudo, enfim, vai, melhor ou pior, amanhando-se. E mesmo quando não se resolvem, ou demoram em resolver-se, a culpa é do dinheiro… ou da falta dele!

Parece que, mais uma vez, me enredei na escrita e não estou a ser clara.

Assim termino com a alegria, insatisfação, alguma frustração, mas muita paz com a percepção de que com um pouco mais de dinheiro seria (ainda) mais feliz.

Até logo, meus caros, e perdoai-me a futilidade…

4 comments:

Luísa said...

Não é futilidade nenhuma, querida Nocas. Todo o mundo sabe que o dinheiro não faz a felicidade, mas ajuda a fazê-la. Também gostava de ter mais dinheiro. Não muito mais. Apenas o suficiente para poder livrar-me de vez desta horrível máquina calculadora. ;-)

Nocas Verde said...

Querida Luísa,
Exactamente!
Eu uso o ábaco .............. ou os dedos, que as contas são simples.
- Entra um dia por mês
- sai todos os outros
lol
beijinho

Paulo Cunha Porto said...

Querida Nocas,
msandaram-me hoje um mail a dizer que Sexta-Feira há 130 milhões dando sopa, modo de dizer, à mão de semear.
Espero ter resolvido o problema.
Beijinho

Nocas Verde said...

Querido Paulo,
Aqui joga-se sempre. Aposta pequenina mas, caso a sorte queira, suficiente para ganhar!!!
Obrigada de qualquer maneira pelo lembrete (!) e um beijinho