Wednesday, 10 September 2008

Dizem que...

As conversas são como as cerejas.

Não sou grande apreciadora das últimas mas muito, muito íntima das primeiras. Por causa disto e daquilo (não procurem links no "disto" e daquilo". Esses estão na minha cabeça.) lembrei-me do velho caderno de escrita e das minhas vidas de outros lados cibernautas ou nem por isso.

Lembrei-me também de alguém me ter dito (deve ter sido num filme das Crias) que não havia más perguntas, apenas más respostas.

Lembrei-me também de um estilo literário muito apreciado pela CV. A ironia. Treina brilhantemente esta arte e já me vai confundindo...

Lembrei-me também do porquê de abrir este "Lado".

Para falar...... ou melhor, escrever.

Já devo ter postado algures que não considero ter o "dom da escrita" ou da retórica ou, já agora, qualquer dom fantástico além dos fantásticos que tenho (ri-me sozinha agora. lembrei-me de alguns que tenho... adiante)

E por causa de não ter "esse" dom, mas ainda assim, considerar que tenho o que escrever, tenho-me aguentado por aqui.

E outro pulo no warp. Este muito, muito despropositado, talvez por postais que fiquei a dever por alturas do meu aniversário de namoro. A minha alcunha (na altura não havia "nicks") era "no prisioners".

Porquê?


hum... ri-me outra vez sozinha mas desta vez sem parêntisis. Responderei como o fazia quando me questionavam na altura. Respondo exactamente como o fazia, principalmente ao sexo XY.

"That, my friend, is for me to know and you to wonder."

(O que servia, desde logo, para uma triagem a cru dos XY a considerar)

Já me diverti hoje. Que vontade que tenho de roubar agora.

2 comments:

Luísa said...

Nocas, couldn’t we know and stop wondering? ;-D

Nocas Verde said...

Not jus yet, dear, dear Luísa.
kiss