Friday, 23 May 2008

O que odeio

Pediu-me o Caríssimo Réprobo que me inserisse numa cadeia de "Hatelist"...

E agora?... são tantos... não, não. Não são, de facto. São até difíceis de presenteá-los com essa distinção. quando não gosto de alguma coisa apenas não a vejo, ou não a ouço, ou ... não existe.

Bem, mas vamos lá!

"É assim que eu sou" - frase que detesto. Detesto. Esta observação de que somos imutáveis, desculpando os nossos erros com "o que somos"... porque acredito que podemos... melhor devemos ser melhores hoje do que fomos ontem. Fazer melhor agora do que fizemos antes. Aprender com os erros. Pensar, repensar, considerar, apurar. Somos "work in progess". É verdade que provavelmente só iremos a palco no dia do nosso funeral... mas ainda assim.

Favas - mas é que nem vê-las. Nem o cheiro. E adorava quando a mãe as fazia. Era dia de bifinho com batatas fritas aqui para a Verde...

(penso muito)

A minha conta bancária - pois. porque não tem lá os números que deviam estar

(penso mais...!!!)

Amendoins - Mais que odiar. sou intolerante. E gostava muito deles... mas uma história antiga fez-me assim... hoje remexe-me o estômago. (e os homens lá de casa amam este aperitivo. já sabem: comem amendoins não falam nem respiram ao pé de mim)

(arranco os cabelos!... ainda faltam dois!!!! posso sempre recorrer aos chavões, não é? violência, pobreza, fome, injustiça, perder os jogos contra o Benfica... Não me considerem fútil por pôr esta última na mesma frase daquelas maleitas verdadeiras e importantes da nossa sociedade... é apenas para reflectir a confusão que vai por aqui)

Bater a mão no peito - (se soubessem a quantidade de vezes que já escrevi e apaguei...) ou melhor Síndroma-do-Fariseu
Lucas 18
10 Dois homens subiram ao templo para orar; um fariseu, e o outro publicano.
11 O fariseu, de pé, assim orava consigo mesmo: Ó Deus, graças te dou que não sou como os demais homens, roubadores, injustos, adúlteros, nem ainda com este publicano.
12 Jejuo duas vezes na semana, e dou o dízimo de tudo quanto ganho.
13 Mas o publicano, estando em pé de longe, nem ainda queria levantar os olhos ao céu, mas batia no peito, dizendo: Ó Deus, sê propício a mim, o pecador!
14 Digo-vos que este desceu justificado para sua casa, e não aquele; porque todo o que a si mesmo se exaltar será humilhado; mas o que a si mesmo se humilhar será exaltado.

Ignorância - Sim. Ignorância. Não da que vem de não estudar, ou não saber. Aquela de quem não quer saber.

E... já está!. Desculpe, Sir Rep., só dá para isto...

E agora passo para

Bongop
125_Azul
EV
Nana
Van Dog

Bem... estou muito cansada!

3 comments:

O Réprobo said...

Querida Nocas Verde,
o que eu ri!
Só lamento as favas, queria, um dia, desafiá-La para uma bela favada de javali num restaurante que cá sei e temo ser... mandado à fava!
Os amendoins são coisa detestáve. Hei-de falar sobre isso. E o "é assim que eu sou" é normalmente usado para manter defeitos!
Não vamos falar de bola, que hoje, para mim, é dia de Flores!
Beijinho, gostei muito

Nocas Verde said...

favada de javali???? remexe-se o âmago só de escrever estas palavras. Combinamos assim, Favada (blrhhh) de Javali para o Réprobo, Costeleta Barrosã para a Verde...
Bom fim de semana!!

Van Dog said...

hehe...
Vou-me esmerar, Nocas Verde!