Tuesday, 27 May 2008

Eurovisão ???????? (versão é desta que me vou totalmente a baixo)

Não gosto da "nossa" música.
Parecia tirada dum filme sei lá de quem.
A menina lá de trás (não repararam, pois não? mas eu sim. (de)formação profissional) enganou-se na coreografia pela terceira vez!!! É incrível que isso aconteça. E incrível é um eufemismo.
Apesar de não ter havido uma só (uminha) que me tivesse tirado do sério do tipo é-pá-esta-até-que-é-boa Tenho alguns comentários a fazer
(Caros amiguinhos, não me leveis a mal. Como já disse anteriormente vejo o Eurovisão por tradição. É verdade, por tradição. Mas também por malvadez. Sim, malvadez... Considerai esta a fase menos verde da Verde.)
A Espanha apresentou uma música horrível mas com encenação excelente. Uma das bailarinas enganou-se, e de maneira muito engraçada, em toda a coreografia. De propósito, claro está. e a dificuldade reside mesmo aí. Enganar-se sempre, quando sabe (e só quando se sabe se pode enganar e recuperar a forma como tão brilhantemente fez) e fazê-lo com um ar tão natural, "lixado" de quem se engana... não é tarefa fácil.
Outras ideias que me pareceram engraçadas (políticas à parte) foi a canção da Turquia. Tipo Xutos e Pontapés versão limpinha. Uns tipos nada feinhos, com ar moderno e descontraído, sem grande artifícios.
A portuguesa (recupero o que dizia lá em cima). No início estão os meninos de branco (mas porquê tanto branco-amador-túnicas-pseudo-gregas-parvas-que-não-ajuda-nada-aos-corpitos-mais-abastados) alinhados lá atrás enquanto a menina de preto e dourado, a fazer lembrar Amália (que claro, como sabem, nada de melhor se deve ter feito neste país de melhor para ainda "estarmos" presos à Amália e vestidos pretos e dourados que, digam lá, só fica bem a altas e magras. A sério. Essa coisa do preto disfarçar são balelas.) Ainda, Verde, adiante... Os meninos estão lá atrás e devem dar meia volta e ficar voltados para a esquerda, em linha, com a mão de dentro tocando o ombro do menino da frente. Pois a última da direita não mediu o espaço (as três vezes que os vi) e ficou com a mão no ar! (eu sei, eu sei, picuinhas, picuinhas, picuinhas) mas não sei como um movimento tão simples e de certeza que fizeram ensaios de palco q.b. pode sair sempre mal.
Claro que a coreografia em si (ou em dó, get it?) não era grande espingarda (risos). Tipo caravela ao vento com a fat-lady a cantar e os outros em triângulo atrás com reminiscências da propaganda de outros tempo tipo seguindo o líder.

Já está longo e vou acabar. Muito tenho para dizer. E... digam lá. Não têm estes fulanos todos (de todos os países) coreógrafos ou encenadores melhorzitos?

Ah! O patinador russo numa min-mini-mini pista de gelo esbracejando desesperadamente por entre um fulano que canta e outro que violina?????????????????
Foi para isto que ele foi campeão, e com mérito, de natação? ai... patinagem (mas pode ficar aqui uma ideia. Um tanque com nadadoras sincronizadas, ou a Vanessa Fernandes a correr e nadar e biciclar no palco...)

3 comments:

O Réprobo said...

Querida Nocas, é no que dá pôr Especialistas a ver espectáculos... a crítica passa a microscópio.
Não vi o festival e lembro sempre com estranheza a festa que antigamente se fazia, indo nós todos para a casa de ume dos amigos (em rotação), suspensos daquelas patacoadas musicais...
Mas uma coisa é certa, se é para originar comentários como este, já está justificado o certame. Sorri de princípio a fim.
Beijinho

Nocas Verde said...

Serviço público, Caro Rép.
Serviço Público. (risos)
Grata e beijinho

Nocas Verde said...

Ah! obrigada pelo Especialista - coro