Tuesday, 25 November 2008

Por razão nenhuma


Um dia experimentei fazer uma "nuvem" de etiquetas para ser original.


Procuro e, a medo, sigo as instruções html para criar a (des)dita.


Fico muito contente quando vejo que consigo mas reparo agora... a etiqueta mais utilizada deste lado é


"Por razão nenhuma"


Deverei repensar as etiquetas... ou as letras que aqui deposito. Não me parece bom augurio ser aquela a mais proeminente, nem tão pouco abonatório da minha pessoa.


É evidente que este irá engrossar a nuvem.


Este lado tem razões nenhumas que a razão da nocas verde desconhece...


Até amanhã... vou estudar Administrativo.

6 comments:

once said...

coitada ..! refiro-me ao Administrativo, claro..

Quanto à razão nenhuma .. costumo usar alguma .. sempre é uma, pelo menos ;)

Bom estudo*

nocas verde said...

será melhor dizeres coitado! (em relação ao Administrativo?)
riso
usas só uma?
vejo-te tantas, minha amiga
... e tão boas!
bj

Bongop said...

Por razão nenhuma, pode ser uma das melhores razões para se fazer alguma coisa !
:)

Paulo Cunha Porto said...

TADINHA DA NOCAS! DIREITO ADMINISTRATIVO DEVERIA IMPLICAR PASSAGEM A CONDIZER, QUE COISA!
Mas procurar razões deixe-se disso, Querida Madrinha!
Beijinho

nocas verde said...

Bongop,
A maior partes das Grandes invenções da humanidade foram descobertas por acaso, ou melhor, por razão nenhuma... como diz a minha CV
concordo contigo! *

nocas verde said...

Caro afilhado,
a passagem a condizer?
"e todos cairam sentados" (risos)
Pede-me que fique desrazoada?
Pois então será!
beijo*