Tuesday, 8 September 2009

quase, quase

... a recomeçar a lida e o lufa lufa.

estão grandes as minhas crias.

ontem era dia de jantar de família.

o quê? pergunta (quem?) me visita

bem, é um eufemismo - mas o que é isso, podes explicar-me? sim, claro CN, eufemismo é uma maneira bonita de dizer uma coisa. por exemplo, diz-se - recorro ao Rui Veloso - "lado lunar" e não "estar com a telha". sim, já percebi. é como o pai dizer "a mãe está com dor de cabeça" e não "está com aquilo outra vez". sim, sim. machos!

jantar de família, como dizia, eufemismo de "não temos pai-cozinheiro em casa por isso toca todos para a cozinha fingir que fazemos qualquer coisa engraçada"

dirijo-me à dispensa para recolher os dois banquinhos vermelhos para que as Crias possam chegar à bancada. Zangam-se, claro!
- Mãe!! Já chegamos muito bem, obrigado!

Gostamos de ver o Hell's Kitchen, se bem que a versão é legendada em espanhol(?) e é uma grande confusão e digo que vou ser o Gordon da malta.

Fazemos ervilhas com ovos escalfados para um, salsichas com "massa grande tipo esparguete gordo, branco e verde misturado" para outro, restos de frango com cogumelos para mim. Tudo bem acompanhado de uma salada multicolor. rúcula, tomates, couve roxa, rebentos de soja. Um verdadeiro arco-íris. Tudo muito bem regado com azeite, vinagre balsâmico (porque não são só os beirões que inundam a salada) sal e salsa picadinha.

Pedem-me para cortar a cebola.
(e é nestas alturas que sabemos que já não temos bebés em casa)
deixo tudo o que fazia, baixo o lume e vigio cuidadosamente o que fazem.
Para a CV uma cebola para a sopa de amanhã - corta apenas em quatro
Para a CN a cebola picadinha para as ervilhas

rimos com as lágrimas que ficamos todos a deitar. tudo muito bem cortadinho, tudo muito cuidadoso e sem cortes.

a hora pós jantar é invariavelmente para cada um estar com cada um. Uns beijos, umas conversas mas terminamos o serão (que por estas alturas vai ficando mais curto para nos adaptarmos à hora escolar) em tranquilidade. cada um no seu quarto, portas abertas, o silêncio a instalar-se devagarinho.

- mãe? podes até não cozinhar como o gordon... mas não dizes asneiras... e és mais gira que ele!
(...)

11 comments:

CPrice said...

bem sei que não são só os beirões que alagam a salada (risos) ;) e como não sei quem é o Gordon dou-lhes razão no "não dizes palavrões!" .. pois não .. ai de ti!

;)

Beijos **

nocas verde said...

Hell's Kitchen - http://www.fox.com/hellskitchen/#

drengo said...

(legendas em espanhol é o "pão nosso de cada dia" nos canais temáticos em Cabo - sempre é melhor que legendados com palavras em português e gramática castelhana, onde nem o Acordo Hortículo-Gráfico resiste...)

tem graça. nas cozinhas, o gordon costumo ser eu. (bem... não emagreçon nas outras divisões da casan, mas prontes...)

pelo que percebo, em noites de jantar de família, tem de usar o babete até à hora de deitar. que chatice...

(¨,)

Luísa said...

Vou aderir à sua versão de «jantar em família», Nocas: não o que se toma, mas o que se prepara a várias mãos. Excelente ideia! ;-)

nocas verde said...

Querida CPrice,
se já foste ver o link o Gordon é um "chef" inglês em terras do u. sam com um concurso de e para chef's. muito engraçado pelo menos para o meu covil...

nocas verde said...

Sire,
(...) o babete até à hora de deitar... sim, senhor. é verdade.
A confusão do espanhol (que assim, santa ignorância, não sei se estão bem escritos ou não) é porque os olhos fogem para lá e depois, se não me cuido, nem percebo uma coisa nem outra... mas é engraçado ao mesmo tempo. Já aprendemos que "extranho" é sentir saudades e anadie é juntar e outras coisas assim... já vamos brincando em espanhol...
gordon, sire?
acho que é mais parecido com o flash e não com a versão sem "n" (riso)

nocas verde said...

Querida Luísa,
É divertido estarmos juntos. a confusão é mais que muita mas, garanto-lhe, muito, muito agradável.
Dê feed back! :)

Rita said...

Que bons jantares em família devem ser! Também hei-de experimentar com as minhas Rs e já sei de antemão que vão adorar...
Jokas

Ka said...

Belíssimos momentos em família :)

Ja agora e falando em Gordon lembrei-me do outro, aquele que "casa" muito bem com água tónica, umas pedras de gelo e uma rodela de limão...e cozinhar enquanto apreciamos um destes é uma maravilha :D

Bjs

nocas verde said...

Rita, querida, de início, como em tudo, atrapalham mais do que ajudam. No entanto, vejo na CN um "talento" e cuidado que não diria ter pelo seu ar (e não só) estouvado.
Depois, é vê-los querer experimentar. E, principalmente (pelo menos do meu lado, sei lá), penso que contribuirá para se tornarem homens que não se atrapalham nem dependem das mães/mulheres.
beijo

nocas verde said...

Oh, Ka! eu sei que sou muito pouco pedagógica, mas cozinhar e beber não me parece ser um bom exemplo... já não me parece bom prenúncio ter ouvido que a massa demora um cigarro a cozinhar da boca da CV (glup!)
beijos :)