Friday, 13 March 2009

Sabemos que...

... fazemos alguma coisa certa...

A CV é apaixonada por animais. Aliás, diz a avó lá do sítio que só se estragou uma casa!

Mãe, pai e crias gostam de animais no geral... dos nossos e de quem se atravessa no caminho em particular.

A mãe - leia-se eu, claro! - faz muitas vezes figura de má, proibindo-os de trazer animais abandonados mas fingindo não ver a comida do Lord F. que desaparece da dispensa por artes mágicas.

Recolhemos variadíssimos animais, encontrados em sítios improváveis (um ouriço no meio da estrada, uma cobra no meio de entulho de obras, dois sapos numa poça da rua) a quem proporcionamos um ambiente para recuperarem ou simplesmente engordarem… entretanto pesquisamos o melhor lugar e, em cerimónias sempre comoventes, libertamo-los já recuperados e prontos para seguirem a sua vida.

Em labuta diária encontro os bolsos da CV completamente cheios de terra, folhas, pauzinhos e fios de lã (roubados dos intermináveis projectos de lavoures desta V. verde) A explicação é simples, tão simples que me senti burra ao ouvi-la. «Estamos a construir uma caminha confortável para uma gata abandonada que apareceu lá na escola.» Informo que os felinos não fazem ninhos. «Eu sei, mas não querias que eu levasse uma manta, pois não

Lembrei-me da cama comprada para o Lord F. que nunca foi utilizada e que agora servia de repositório dos seus brinquedos.

Disse-me que apareceu a CV como um herói e que a fantástica cama foi rapidamente posta ao lado de comida para que a felina percebesse que era sua. E foi sua. Lá descansava todos os dias. Quando desapareceu, e porque sabiam que estava prenha em fim de tempo, ficaram todos preocupados. Expliquei-lhe que provavelmente teria escolhido um sítio escondido para ter os bebés. Passados uns dias chega a CV extasiada a casa: durante a noite a inteligente felina tinha colocado toda a sua prole de volta na cama, à vista de todos.

Ontem vi a cama num saco de plástico, junto da roupa para lavar.

- que se passou? perguntei com receio de más notícias
- Já não é precisa. Foram todos adoptados. Arranjámos casa para todos… mesmo para a mãe! A cama trouxe-a de volta. Há-de ser precisa mais tarde para outro salvamento.

__________________________

Em menor escala este meu postal lembrei-me dele por via desta história contada aqui:

Queridos Gatos

O fim-de-semana?

Algum estudo, alguma limpeza, muito bom tempo...

Que o Vosso seja agradável também!

4 comments:

once said...

outro salvamento ..!

:) Parabéns a ele e a todos os "bombeiros de serviço" .. beijinho à mãe babada e cheia de razões para *

Bom fim-de-semana *

nocas verde said...

once...... :) (blushing)
bj*

Luísa said...

Tenho pensado muito, ultimamente, no que é delicadeza de alma, Nocas, e no alcance que teria se existisse em todas as almas… E aqui venho encontrar uma óptima resposta. Um beijinho, com votos de bom fim-de-semana para toda a família Verde. ;-)

nocas verde said...

Delicadeza a sua, belas as suas palavras.
obrigada Luísa.
... e foi um excelente fim-de-semana, espero que o seu também.
uma óptima semana para si*