Monday, 16 March 2009

Desafios, correntes e afins (resultados explicados)

1 - Fiz com que um hospital inteiro tivesse como ceia de natal pescada cozida e omoletes
Era nova, inconsciente e, mais do que eu, tinha uma chefe nova, inconsciente e com muita vontade de passar o Natal com a família… eu, a nova, inexperiente e altamente capaz para cozinhar (gargalhada) fiquei “chefe” da ceia.
A “menina” esquece-se de deixar o contacto dos fornecedores, esta verde não sabe os contactos, trapalhada geral! Muita confusão e dispensa vazia.
É verdade, meus senhores! A ceia de Natal daquele ano foi “Pescada Cozida” para os que queriam prato de peixe, “Omoletes” de ovos líquidos (daqueles para fazer bolos) para quem escolheu prato de carne. A primeira decisão que fiz num tempo sem telemóveis, numa altura sem hipermercados abertos até às tantas. Compensei (terei?) com grandes fatias dos bolo-rei destinados ao almoço do dia seguinte… e quem viesse atrás que se amanhasse.
0% acharam que era mentira! e é Verdade! Os números acertaram.

2 - Comi açorda com quinze dias de vida
Tinha cerca de quinze dias (eu!) e aconteceu uma pequena desgraça familiar a uma sexta-feira à tarde. A mãe enerva-se e fica sem leite… coisa que se descobre só na mamada da noite (também numa altura – século passado – em que tudo fecha cedo). A bisavó, mulher antiga e de muitos recursos, recorre às mezinhas antigas do “seu tempo”. Despeja dois dentes de alho, um bom trago de azeite e pão num tacho de água. Depois de fervida côa-se para um biberão… e já está. A bela Nocas dorme regalada o resto da noite!!
20% acharam que era mentira mas é Verdade!

3 - Não tenho um telemóvel que tire fotografias
Não tenho. Pouco há a dizer a não ser: não tenho. Não preciso. O telemóvel é, para mim, para receber e fazer chamadas. Também envio e recebo mensagens (de texto… só) mas se for para dizer mais do que “até já” desisto e faço a chamada.
40% acharam que é mentira mas é Verdade!

4 - Não gosto do filme "África Minha"
Ninguém acredita… acho que nem eu. Euzinha, que me acho tão culta (riso) não gosto de tão consensualmente grande filme. É verdade. Já tentei ver algumas vezes e não consegui apreciar. Não há nada no filme que me fascine. (perdoem-me, sim?) desde os actores principais a um certo estilo de vida que não me atrai… já pensei em ler o livro. É a minha última esperança!
80% acharam que era mentira mas é Verdade!

5 - Não suporto filmes de terror e/ou fantástico
Desde o “Espaço 1999”, passando pelas histórias fantásticas de C. Clarke, à série “Twillight Zone”. Fiz a colecção “Ficção científica de bolso” da Europa-América (comprada a custo) e adquiri (com maior custo ainda) uns livros que vinham impressos em papel fosforecente (?) e podia ser lido de noite… sem luz. Em filmes sou mais criteriosa e não me impressiono com qualquer nojice. Um filme tipo “Sexta-feira, 13” só provoca risos e um pouco asco de tanto sangue. Um mau exemplo de filmes “ditos” fantásticos é recorrerem ao sobrenatural. O “Gottica” – que até parecia um bom enredo, acaba da pior maneira com a explicação mais simples – a de mortos comunicarem. Destaco, assim de repente e sem grande introspecção, o “Coisa Ruim” que me retirou alguns suspiros de medo.
80% acharam que é verdade mas é Mentira!

6 - escrevi uma telenovela da RTP numa máquina de escrever
Numa velha máquina de escrever emprestada com a letra “a” a necessitar de “pancada dupla”… mas a novela não era minha. Um grande autor da nossa praça, a quem eu muito estimo e com quem tive o grande orgulho de me cruzar durante um certo tempo da minha vida ditava para um gravador. Eu dactilografava apenas.
20% acharam que era mentira mas é Verdade!

7 - Fui preterida numa audição por saber dançar bem demais
Obtive dois trabalhos através de um agente. Armada em boa, foi o que foi. O primeiro trabalho foi muito bom… pena que tenha ficado mais de metade dos honorários por receber… o outro? eu devia ter desconfiado quando me pediam para vestir fato de banho… eu explico. Nunca fui grande bailarina…. isso é ponto assente. Mas sabia dançar demasiado bem para um espectáculo de striptease… (riso)
Ninguém achou que fosse mentira... e têm razão! É Verdade!

8 - Já pintei o cabelos de todas as cores... mas nunca de azul nem rapei o cabelo
Louro, branco, preto, vermelho… e azul! Uma grande madeixa azul petróleo. Também rapei o cabelo… não todo mas rapei … com gilette.
60% achou que era mentira! mas não pelas razões apresentadas (riso) É Mentira!

9 - Cantei o fado numa dessas casas de fado vadio e ganhei o primeiro prémio
Só se fosse, como dizia Miss Cházinha, numa plateia de surdos e os restantes concorrentes fossem mudos. Amo o fado e canto o fado. Mas desencanto. Oh, se desencanto!
Todos acharam que era verdade... mas é Mentira!

Porque fiz a contas? Porque, apesar de gostar de matemática, ou porque gosto de matemática, demonstra-se aqui o engano que são as estatísticas e a força que (não) têm os números!!

Obrigada a todos os que participaram e leram estes pequenos episódios desta vida deste lado!!

5 comments:

once said...

A Miss Chazinha está aqui ocupada com as reclamações dos internados aos quais este postal avivou memórias que se queriam, há muito, esquecidas.

;)

drengo said...

ainda bem que não preenchi nenhum boletim de totoloto ou euromilhões no dia em que tentei descobrir verdades e mentiras... sinto-me estatelado, hehe...

nocas verde said...

Cara Once,
Eu - aqui provo - nunca esqueci. Nunca por nunca. Tanto que nunca mais entrei numa cozinha (riso) batido de atum para toda a gente!!!

Caríssimo Drengo,
Confesso que, de entre os vários episódios esqusitóides da vida deste lado escolhi aqueles que com maior probabilidade induzissem em erro quem os lesse. Desculpe, sim? Se o compensar eu preenchi e não acertei :)

Van Dog said...

Deixa-me dizer-te que o teu desafio era muito, mas muito difícil! Uauff!

nocas verde said...

(corando)
Oh, Van Dog, perdoa-me, sim?
:)