Thursday, 3 December 2009

e depois há destas coisas

Como já tenho dito por aqui o mês de Dezembro e principalmente o Natal trazem-me memórias e sentimentos díspares.

Por entre a alegria e excitação vem a saudade, o rancor, a dúvida;

Enquanto celebro o aniversário do meu Rei, não evito redordar aqueles que não o podem celebrar, a miséria e a guerra;

Faço listas de prendas mas entristeço-me por ter que as reduzir;

É como se as feridas estivessem na maior parte do ano escondidas pela folhagem e que nesta altura, mercê do frio que sinto na alma, aparecessem quase intactas ou cicatrizadas em riscos profundos desnudando-se a cada cair de folha.

Houve então um dia que decidi estar só. Ficar só. viver só.

Houve uma altura em que me decidi a fazer desta música o meu mote de vida. Quem me lê sabe. Quem me conhece também.

Ontem ouvi-a outra vez.

Recordei os sentimentos. É fácil este caminho, digo eu agora. Escolher não sofrer para não sofrer.

É fácil afastar todos e afastarmo-nos de todos.

Mas um dia (na verdade dois!) Deus deu-me dois sorrisos.

E por estes sorrisos vale a pena sair da ilha, quebrar a pedra.

Por estes sorrisos, ainda que percam com o passar dos anos esta inocência e entrega, por estes sorrisos, faz-se mais um esforço, abre-se o nosso sorriso também.

(...)
No feriado metemo-nos por aventuras e não fizemos a árvore. “Desculpem, digo eu, fazemos no Sábado, pode ser?”

Ontem encontrei a árvore feita pelos meus sorrisos, ainda que já sem aquela inocência de bebe, feita pelos meus pequenos homens de sorrisos marotos, juvenis mas entregues com orgulho, entregando-me a tarefa feita, esperando o meu aval.

Ontem lembrei-me outra vez desta música e agradeci a hora em que decidi arriscar. é preciso amar para sofrer. e eu não me importo da segunda se for o preço da primeira.

Com um dia de atraso ontem começámos a contagem decrescente para o aniversário mais feliz da nossa casa.

Um bom resto de semana








nota: "I am a rock", Simon & Garfunkel, e pode ser ouvida na playlist ali ao lado

6 comments:

Luísa said...

É sobretudo por esses sorrisos que vale a pena, Nocas. E a árvore está linda, de certeza. :-)

nocas verde said...

hum...
como dizia à hora de almoço... espero que sigam uma carreira científica... uma que implique sentido estético poderá ser difícil (riso)
está linda, sim!:)

CPrice said...

.. ai que doçura os "meus" meninos ;)))

Bom fim-de-semana Queridos *

C

nocas verde said...

muito doces, de facto... (babaalert)

bom fim-de-semana para as minhas princesas!!

Rita said...

Adorei este teu post, não só por causa das caras lindas mas também pela mensagem tão verdadeira e sentida...
Jokas

nocas verde said...

tens razão, Rita!
sentida até à medula :)
beijinhos